23.(CESGRANRIO – TRANSPETRO – ADMINISTRADOR/2012)

A estrutura de uma organização deve ser estabelecida de acordo com os objetivos e as estratégias determinadas pela alta administração. Para definir a estrutura, é necessário que se avaliem a rotina e os procedimentos que darão suporte às atividades para que os objetivos sejam alcançados. As empresas constituem organizações de dois tipos: a organização formal e a informal.
A estrutura organizacional requer principalmente uma organização

(A) formal, que é aquela planejada e resultado das relações pessoais do corpo funcional.
(B) formal, que é instável porque está sujeita ao controle da direção da empresa.
(C) formal, que enfatiza as relações de autoridade e responsabilidade.
(D) informal, que pode ser extinta porque não faz parte do organograma.
(E) informal, que é aquela que se desenvolve espontaneamente e está retratada no organograma.

COMENTÁRIO

Essa questão é bem tranquila.

A organização formal é aquela que foi pensada, foi planejada para existir. As relações e interações que a empresa planejou que acontecesse. Enfim, tudo que seja relativo ao funcionamento e que tenha sido planejado pela empresa constitui a organização formal. O famoso “somos profissionais”.

A organização informal fica por conta das relações interpessoais que vão se dando na convivência com os colegas da empresa. Faz parte da relação pessoa, já é algo mais íntimo. É você gostar mesmo da pessoa.

Quando nos deparamos com uma organização, nos deparamos com os dois tipos dela em uma empresa. Algumas vezes o chefe é o líder formal, exerce aquele cargo e pode até ser um bom líder, mas quando não é o mesmo, por exemplo, que lidera quando se marca um futebol da firma. Outra pessoa pode assumir o papel de líder. Aquele cara mais extrovertido, mais alegre e mais articulador das “farras”. Esse é cara é o líder informal, todo mundo o segue informalmente. No ambiente de trabalho é muito comum se encontrar isso.

É importante ressaltar, a organização formal influencia (não determina, mas influencia) na informal, pois quando se pessoas do mesmo setor isso é organização formal, mas pessoas do mesmo setor tem maior chance de terem uma relação pessoal do que pessoas de setores diferentes. Óbvio que não é impossível se ter relações pessoais com toda a empresa, mas a organização formal acaba ajudando a formar os círculos informais.

Outro detalhe, a saída de uma pessoa da equipe não abala a estrutura formal, pois aquele cargo será ocupada por outra pessoa, permanecendo intacta a organização formal (obviamente se não houver nenhum planejamento de corte de cargos). Já a informal pode ser completamente abalada pela saída de uma pessoa, pois ela passará a não conviver mais. Pode ser que aquela pessoa específica seja a “liga” entre as outras, ou pode ser que a saída dela também melhore as outras relações.

Vamos às opções da questão:

(A) formal, que é aquela planejada e resultado das relações pessoais do corpo funcional. – Resultado das relações pessoais é a informal.
(B) formal, que é instável porque está sujeita ao controle da direção da empresa. – Não, a formal é mais estável, pois é sempre planejada.
(C) formal, que enfatiza as relações de autoridade e responsabilidade. – Essa é a resposta correta. A formal enfatiza as autoridades, as responsabilidades, tudo que é planejado.
(D) informal, que pode ser extinta porque não faz parte do organograma. – Errado. Você pode tirar um cargo do organograma, mas não fará com que as pessoas deixem de ter suas relações pessoais. Às vezes, mudando um organograma (por consequência o local físico das pessoas) você pode até fazer com que pessoas não convivam mais tanto tempo, mas não se pode extinguir uma relação informal.
(E) informal, que é aquela que se desenvolve espontaneamente e está retratada no organograma. Retratada no organograma é formal.

RESPOSTA LETRA C

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload