64. (CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2010)

Uma boa funcionária ocupa um mesmo cargo há três anos e realiza uma atividade técnica extremamente especializada. Ela conversou com seu supervisor sobre sua
desmotivação e desinteresse.
Seu supervisor começou a avaliar alguns sistemas motivacionais disponíveis e decidiu incentivá-la a permanecer e melhorar seu desempenho no trabalho, associando-o à sua realização pessoal. Para tal, propôs aumentar seu escopo de trabalho, inserir novos desafios e responsabilidades, delegar certa autonomia decisória e possibilitar futuras progressões salariais.
Nessa situação, o supervisor buscou um sistema motivacional conhecido como

(A) enriquecimento do trabalho.
(B) grupos autônomos de trabalho.
(C) reconhecimento do trabalho.
(D) profecia autorrealizadora.
(E) incentivos monetários.

COMENTÁRIO

Existem dois tipos de enriquecimento de cargos, o lateral e o vertical e tem a ver com como o cargo está sendo enriquecido em termos da hierarquia da empresa.

O enriquecimento horizontal ou para os lados adiciona ao cargo responsabilidades do mesmo nível do próprio cargo, ou seja, aumenta o número de responsabilidades do ocupante daquele cargo, porém responsabilidades com o mesmo grau de importância das que o cargo já possuía.

Já o enriquecimento vertical consiste em adicionar responsabilidades de níveis superiores ao cargo. Responsabilidades maiores do que a do próprio cargo ocupado.

Com esse enriquecimento o ocupante tem uma motivação maior por perceber mais significado no seu trabalho, mais responsabilidade e maior conhecimento dos resultados do seu trabalho. E foi justamente isso que buscou o supervisor da questão.

RESPOSTA LETRA A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload