70. (CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2010)

É possível definir a cultura organizacional de diferentes formas, o que implica compreender adequadamente seus possíveis significados para o mundo dos negócios. A esse respeito, analise os significados apresentados a seguir.

I – Valores, crenças e padrões de comportamento.
II – Normas e rotinas envolvendo grupos de trabalho.
III – Perspectiva que guia as políticas organizacionais.
IV – Regras rígidas que impedem influências externas.

Estão corretos APENAS os significados
(A) I e II.
(B) I e IV.
(C) II e III.
(D) I, II e III.
(E) II, III e IV.

COMENTÁRIO

Pegando a mesma explicação que já tinha feito aqui no blog para cultura, fica fácil essa questão:

A cultura organizacional é um conjunto de significados compartilhados pelos membros da organização que são demonstradas, expressas, através de histórias, rituais, lendas, símbolos, linguagem e cerimônias. A cultura, apesar de ser uma dimensão dificilmente mensurada da empresa, ela serve para sobrevivência no mercado externo e de balizadora das atitudes a serem tomadas nos processos internos.

A cultura é formada ao longo do tempo e, normalmente, tem a ver com os fundadores da empresa. Empresas que tenham como fundadores ex-militares, por exemplo, GERALMENTE (sem generalizar, pois sei que nem todo militar é linha dura) tem costumes, rituais e até vestimentas de trabalho mais rígidas e conservadoras. A cultura pode ser aprendida em vários níveis:
– Artefatos: Vestuário, símbolos, logotipos, espaço, linguagem, slogans, ou seja, tudo que se pode ver e ouvir no dia-a-dia da organização. Tudo referente a estruturas e processos organizacionais visíveis.
– Valores: Resultam de crenças do que é certo e do que é errado. Normalmente essa noção vem do líder da empresa.
– Pressuposto básico: São valores tão profundamente internalizados que passam a não ser mais explicitados. Quem trabalha simplesmente, sente, pensa e age com esse pressuposto sem que nada o diga para fazer assim.

Com foi dito acima, a cultura serve como uma baliza, uma linha onde as atitudes tomadas dentro da empresa irão seguir. Isso sempre dependerá do estilo de gestão e até mesmo do ambiente onde a empresa está inserida. Algumas empresas mantém uma linha conservadora, outras com uma linha mais agressiva, por metas e isso tudo exige um tipo de cultura diferente

Assim, analisando os itens, ele quer saber quais os que significam, os que se relacionam com cultura organizacional, vamos a eles:

I – Valores, crenças e padrões de comportamento.
Está até explícito no texto, valos crenças e padrões de comportamento fazem sim parte da cultura, dão significado a essa cultura, são inerentes a cada empresa. Essa faz parte dos níveis mais internalizados da cultura, estão ali no nível de valores.

II – Normas e rotinas envolvendo grupos de trabalho.
Fazem parte da empresa e são um pouco mais formais e visíveis do que o item I. Estão no nível de artefatos, no nível mais superficiais de aprendizado organizacional.

III – Perspectiva que guia as políticas organizacionais.
Toda e qualquer visão ou perspectiva que guiem rotinas, regras, políticas e outras atividades dentre da empresa, fazem parte da cultura. Essa perspectiva está no nível mais internalizado da empresa.

IV – Regras rígidas que impedem influências externas.
As regras até fazem parte da cultura, o problema é o resto da frase. Nenhuma cultura, por mais forte que seja, por mais rígida que sejam as regras, impedirá a influencia externa em uma empresa. Empresas são sistemas abertos, que interagem com o ambiente e é da natureza empresarial sofre influência e influenciar o ambiente.

RESPOSTA LETRA D

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload