6 Comentários

  1. Henrique Bello

    Caro Bruno, Meus parabéns pelo excelente blog cara. Você não só está ajudando a muita gente, mas está fazendo um trabalho sensacional aqui! Deus lhe dará em troca toda essa bondade!
    Seguinte, acompanhei sua resposta em relação a questão acima 28 da Prova da Petrobrás/2011 e tenho uma outra interpretação para o “Reconhecimento” tão polemizado.
    Não creio que a banca tenha colocado na resposta “E” o reconhecimento DA EMPRESA PARA COM O COLABORADOR’, ou seja, um Reconhecimento por esforço como você colocou.
    Creio que esse “Reconhecimento” é um “Reconhecimento Social”, quase que um sinônimo de “Inclusão Social” também presente na letra “E”. Ou seja, é o reconhecimento social que todos nós queremos ter ao trabalhar na PETROBRAS. É o reconhecimento no sentido de admiração pelos outros, reconhecimento social, orgulho, NÃO NO SENTIDO DE RECOMPENSA por trabalho, MAS no de reconhecimento como PRESTÍGIO.

    Responder
  2. Thyago7

    Esta questão foi realmente infeliz. Se quiséssemos forçar mesmo a barra, no máximo o entendimento do Henrique seria mais provável, no máximo. CESGRANRIO não altera questão, muito dificil.

    Responder

    1. Não altera, principalmente em Administrador. Mas temos que conviver com isso!

      E de fato com uma interpretação ou outra você faria a questão.

      Responder
  3. Conde

    Pessoal,
    Recentemente li (não me lembro se foi em alguma apostila ou livro) uma definição que para mim ficou muito claro a diferença de Fatores Motivacionais (Intrínsecos) e Fatores Higiênicos (Extrínsecos):
    Fatores Motivacionais ou Intrínsecos: são fatores que partem de dentro para fora da pessoa. Ex: Motivação, Auto-realização, dedicação, esforço, etc… ou seja, da pessoa para o ambiente;
    Fatores Higiênicos ou Extrínsecos: fatores que parte do ambiente para o indivíduo. Ex: Salários, “reconhecimento”, recompensa, etc…

    Responder
  4. Fabio Teixeira

    Reconhecimento sempre virá de fora para dentro.
    “Necessidade de Reconhecimento” ou vontade de ser reconhecido, que é, de fato, intrínseco. O fato de estarmos habituados a usar a palavra reconhecimento de forma errada (Como se fosse uma necessidade) não é culpa da chata banca.

    Responder
  5. Daniel

    Péssima questão.
    Fiz 3 vezes em momentos distintos, e em todas marquei letra C (que até admito que está incorreta também) mas a letra E jamais seria a mais correta…

    Mas como você disse, vida de concurseiro, vida que segue!

    abraços

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload