30. (CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2012)

A diretoria de RH de uma empresa de administração patrimonial está monitorando indicadores relacionados à aprendizagem organizacional de forma a ajustar suas estratégias de treinamento e desenvolvimento (T&D). O gráfico abaixo mostra como as ações de T&D permitiram gerar conhecimento na organização a partir das estratégias pensadas por Nonaka e Takeushi.

Qual deve ser a recomendação do departamento de RH no sentido de maximizar a transformação de conhecimento tácito em conhecimento explícito?
(A) Retomar antigo nível de ações de externalização.
(B) Priorizar as ações de internalização em mais 20%.
(C) Manter o nível atual de ações de socialização.
(D) Ampliar as ações de socialização em mais 10%.
(E) Crescer a um novo nível as ações de combinação.

COMENTÁRIO
(Com a colaboração de Rodrigo Cobe)

Antes de fazer qualquer referência aos autores abordados na questão e a questão propriamente dita, vale a pena lembrar os conceitos de Conhecimentos, habilidades e competências que também já foi pegadinha de prova.

Segundo nosso amigo Chiavenato, temos que:
Conhecimento: é o saber. Constitui o resultado de aprender a aprender, aprender continuamente e aumentar continuamente o conhecimento.
– Habilidade:
É o saber fazer. Significa utilizar e aplicar o conhecimento, seja para resolver problemas ou situações ou criar e inovar.
Competência: é o saber fazer acontecer. A competência permite alcançar e superar metas e resultados, agregar valor, obter excelência e abastecer o espírito empreendedor.

Agora, sobre aprendizagem organizacional e os autores NONAKA e TAKEUSHI, transcrevo parte da teoria e algumas opiniões pessoais.

Estes autores classificaram o conhecimento humano em dois tipos: conhecimento tácito e conhecimento explícito.
– Conhecimento explícito é o que pode ser articulado na linguagem formal, livros, expressões matemáticas, manuais etc., facilmente transmitido, sistematizado e comunicado. Ele pode ser transmitido formal e facilmente entre os indivíduos. Seria então os conhecimentos advindos da educação formal (livros, professores, universidades, cursos etc.).-
– O conhecimento tácito é difícil de ser articulado na linguagem formal, é um tipo de conhecimento mais importante. É o conhecimento pessoal incorporado à experiência individual e envolve fatores intangíveis como, por exemplo, crenças pessoais, perspectivas, sistema de valor, insights, intuições, emoções, habilidades. É considerado como uma fonte importante de competitividade entre as organizações. Só pode ser avaliado por meio da ação.

Sobre o conhecimento tácito, sempre faço a alusão àqueles comerciantes de sucesso que não precisaram da educação formal para vencer na vida. Pessoas que não tiveram nem o ensino fundamental completo e nem por isso deixaram de serem profissionais capacitados. Seria o “conhecimento de vida”, que não sabe muito bem expressar o porquê de determinado evento ser favorável ou não para seu comércio.

Os conhecimentos tácito e explícito se complementam, além de haver dinâmica entre eles. Essa dinâmica ficou conhecida como o espiral do conhecimento.

Para cada um dos quadrinhos, temos que:

  • Socialização: é a transferência de conhecimento tácito para tácito por meio do compartilhamento de experiências, da observação ou de habilidades que resultam na criação do conhecimento tácito. É um bate-papo informal, ou algo do tipo.
  • Externalização: também chamado de articulação é o processo de conversão de conhecimento tácito em explícito através do uso de palavras e/ou imagens, diálogo, reflexão coletiva, etc. Aqui existe um preparo para passar o conhecimento à frente. Não é somente um bate-papo informal.  Para NONAKA & TAKEUCHI, esta fase é a mais importante, pois cria conceitos novos e explícitos para as organizações;
  • Combinação: é a ligação e sistematização de conhecimentos explícitos em conhecimentos explícitos. Uma padronização daquilo que foi aprendido, como criação de procedimentos e está fundamentada na codificação em documentos, memorandos, banco de dados.
  • Internalização: é a conversão de conhecimento explícito em conhecimento tácito. Após a externalização, os participantes transformam os conhecimentos em novos procedimentos, listas de verificação, manuais, etc., compartilhado com os outros integrantes da rede, na extranet/intranet da empresa, iniciando assim uma nova espiral de criação de conhecimento. É como se aqueles primeiros procedimentos fossem rotineiramente atualizados, revisados.

Agora vamos à questão em si. Temos que achar o item em que faça com que a linha de externalização esteja alta, já que a organização quer o conhecimento explícito.

Item a item:

c) e d) Na socialização, somente o compartilhamento de experiências não é suficiente para que ocorra o repasse do conhecimento propriamente dito. Eu posso muito bem narrar um acontecimento sem informar qual o embasamento que usei como referência para a tomada de uma decisão. E se percebermos no gráfico, os níveis de externalização não aumentam com o da socialização, então. alternativa errada.
e) A combinação faz com que eu transforme conhecimentos explícitos (que foram vistos na externalização) novamente em conhecimentos explícitos, agora para serem multiplicados. Também perceba no gráfico queas linhas não crescem juntas.
b) Se priorizarmos a internalização, não irá ocorrer o processo que a questão quer, que é a transformação de conhecimento tácito em conhecimento explícito. O que irá ocorrer é a transformação de conhecimento tácito em tácito. Também facilmente notável pelo gráfico que a questão nos coloca.
a) E finalmente, a resposta da questão, retomar antigos níveis de ações de externalização, visto que é a transformação de conhecimentos tácito em conhecimento explícito.

RESPOSTA LETRA A

5 Comentários

  1. Laura

    Olá! Fiz a última prova da petro, e quando li essa questão tive dúvida, já que nunca tinha estudado Nonaka e Takeushhi e sua espiral do conhecimento, mas na hora segui uma linha de raciocínio e consegui ganhar a questão.
    A explicação aqui do blog é muito clara, e é mais uma que eu copio e anexo ao meu material de estudo!
    Obrigada Bruno e colaboradores pela ajuda de sempre!!

    Responder
  2. Paula

    Parabéns! A explicação é ótima! Esse site comporá minha aba de favoritos! Tenha a certeza de que é um apoio excelente aos estudos dos concurseiros! Obrigada!

    Responder
  3. Sandra

    Oi, Estou adorando sua ajuda. Estava querendo comprar um livro de CHIAVENATO e fiquei na dúvida entre Recursos Humanos ou Gestão de Pessoas. Qual vc recomenda? Mais uma vez, obrigadao pelas dicas. abraço

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload