70.(CESGRANRIO – TRANSPETRO – ADMINISTRADOR/2012)

Os planos de benefícios classificam-se em legais, obrigatórios por legislação e espontâneos, conforme a sua exigibilidade legal.
São casos de benefícios legais:

(A) assistência odontológica, salário-família e férias remuneradas
(B) 13o salário, salário-maternidade e FGTS
(C) FGTS, áreas de lazer e abono de 1/3 sobre as férias
(D) abono de 1/3 sobre as férias, adicional de periculosidade e refeitório
(E) gratificações, prêmios de produção e empréstimos aos funcionários

COMENTÁRIO

Não sei se tenho muito o que comentar nessa questão, ela mesmo já explica e o máximo que eu poderia fazer aqui era exemplificar alguns benefícios legais e alguns espontâneos, ou algo assim. Mas vamos aos exemplos que os itens nos dãos:

a) assistência odontológica, salário-família e férias remuneradas – Assistência odontológica não é obrigatório, os outros dois sim. O salário família é pago para trabalhadores que recebem abaixo de um teto remuneratório e tenham filhos até 14 anos. Poderia criar alguma dúvida.

b) 13o salário, salário-maternidade e FGTS – Essa é a resposta. Todos são obrigatórios, previstos em lei.

C) FGTS, áreas de lazer e abono de 1/3 sobre as férias – Poxa, acho que nem preciso falar que área de lazaer é algo opcional. Imagina só se todo bar, boteco e pequenas empresas tivesse que ter uma área de lazer para os funcionários. Quebraria mais de 80% das microempresas.

D) abono de 1/3 sobre as férias, adicional de periculosidade e refeitório – Até existe uma legislação sobre refeitório, mas é pra quando ele existe. Não há obrigatoriedade das empresas terem.

E) gratificações, prêmios de produção e empréstimos aos funcionários – Todos esses são opcionais, acho que essa opção era para se você se confundisse nas descrições.

RESPOSTA LETRA B

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload