33. (CESGRANRIO – TRANSPETRO – ADMINISTRADOR/2011)

Para uma empresa inserida em uma economia inflacionária, o método de custeio, ou fluxo de custo, pode ter grande influência sobre as medidas de desempenho de lucro e ativos, como os estoques. Sendo assim, associe os métodos às características apresentadas a seguir.

I – PEPS (Primeiro que entra, primeiro que sai)
II – UEPS (Último que entra, primeiro que sai)
III – Custo médio ponderado

P – Subavalia o resultado do período
Q – Mantém o estoque de produtos a preços correntes
R – Facilita o cálculo dos custos e do estoque final
S – É o mais usado pelas empresas

As associações corretas são:
(A) I – P , II – Q , III – S
(B) I – Q , II – P , III – R
(C) I – Q , II – P , III – S
(D) I – R , II – S , III – P
(E) I – S , II – R , III – Q

COMENTÁRIO

Falando dos métodos de avaliação de estoque, e a medida da explicação eu já relaciono com a letra.

– UEPS (Ultimo que entra primeiro que sai /pode vir também como LIFO – Last in, first out) – O custo a ser contabilizado na DRE em decorrência da produção, será feito “de frente para trás”, ou seja, os materiais adquiridos  recentemente entram primeiro e os primeiros materiais entram depois, ficando em estoque caso este não tenham sido vendido completamente. Esse método trará para a DRE, quando forem apurados os custos, os custos mais atualizados serão colocados na demonstração. No caso de uma economia altamente inflacionada, os custos mais atuais serão bem maiores que os primeiros, fazendo o resultado cair demasiadamente. Sendo assim, o UEPS, em uma economia inflacionária, como diz a questão, subavalia o resultado, ou seja, torna menor esse resultado. II – P

– PEPS (Primeiro que entra, primeiro que sai / pode vir também como FIFO – Fisrt in, first out) – O custo a ser contabilizado será “de trás para a frente”, justamente o contrário do UEPS. Como são baixados em primeiro lugar os primeiros que entraram, o custo que ficará em estoque será o dos últimos que entraram, sendo assim os custos maiores devido à inflação. Mantendo o estoque mais próximo dos valores de hoje. I – Q

– Custo médio ponderado: O nome já diz tudo, representa uma média ponderada de tudo que tem no meu estoque com o que está entrando. Sendo assim: Eu tenho hoje 100und no valor de 10,00 e entram mais 100und no valor de 20. Fazendo a média ponderada = (100*10 + 100*20)/200 = 15,00. Ou seja, o valor a ser apurado por unidade tanto na DRE quanto no saldo de estoque será de 15,00. Esse é o sistema mais utilizado pelas empresas, por mesclar as características do estoque, o que acaba me dando tudo em uma média. Mais fácil gerencialmente, porém vimos que o cálculo não é fácil não. Tanto que foi o único que tive que falar de cálculo. Sendo assim III – S.

Vale a pena ressaltar apenas que o UEPS é permitido somente para fins gerenciais, as leis brasileiras não permitem ele na contabilidade, justamente por ele diminuir o resultado e acabar diminuindo o imposto de renda, o que o governo não deixaria, né?

RESPOSTA LETRA C

Só para lembrar galera que acompanha a gente, curte lá no Facebook: www.facebook.com/admcomentada. Agradeço pelo apoio.

5 Comentários

  1. Rafael

    Fala Bruno, com o intuito de ir alem das fronteiras questao e consequentemente resposta correta gostaria de comentar com o intuito unico de discussao e troca de ideias. Concorda comigo que neste mesmo cenario o metodo de CMP tambem, Q – Mantém o estoque de produtos a preços correntes.
    Na minha opiniao a questao e classificada como de nivel facil, mencionando criterios classicos da adm em se tratando de metodo de custeio.
    Outra coisa, o que acha de colocar uma enquete especifica para cada questao, caso o wordpress ja tenha essa alternativa pronta, com o intuito de leitura do nivel geral percebido para cada questao, acredito ser uma ferramenta boa para levantarmos mais discussoes sobre questoes constatada como graud e dificuldade elevada.
    Abs

    Responder

    1. Rafael,

      O CMP não mantém o estoque a preço corrente não, pois ele “mistura” os custos dos novos com os antigos. Ou seja, em uma economia inflacionária, os novos entram com preços altos e se “misturam” com os de preços baixos, ou seja, o CMP sempre estará um pouco abaixo do valor atual do produto. Só será o valor corrente caso consideremos o estoque atual zero, dai a entrada de novos produtos seria todo o estoque, sem fator de ponderação, mas para considerarmos isso, a questão tinha que ser explícita.

      Valeu!

      Responder
  2. Rafael

    Entendi bruno mas olha soh, o que voce entende por “mamtem o estoque de produtos a preco concorrentes”? um preco concorrente nao seria igual ou inferior ao praticado?
    abs

    Responder

    1. Opa Rafael,

      Mas a questão diz preços correntes, ou seja, atuais. Não concorrente, competitivos.
      E a preços correntes ele não mantém.

      Obrigado!

      Responder
  3. Rafael

    Rafael :
    Entendi bruno mas olha soh, o que voce entende por “mamtem o estoque de produtos a preco concorrentes”? um preco concorrente nao seria igual ou inferior ao praticado?
    abs

    eu uma economia inflacionaria o este metodo nao levaria o valor do estoque a um preco um preco menor..

    Responder

Deixe uma resposta para brunobiggle Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload